SNES Classic Edition

De acordo com a revista Game Informer, a Gaming do Brasil (via JVLat) empresa que distribuía os produtos da Nintendo no Brasil até 2015, pode trazer o SNES Classic Edition para o mercado nacional, pelo preço sugerido de R$ 999.

A Nintendo prometeu um estoque maior para o novo console retrô, até mesmo para evitar repetir os erros cometidos com o NES Classic Edition, que esgotou rapidamente e várias unidades pararam nas mãos da revenda a preços abusivos.

Porém, a importação do console pela JVLat também parece algo abusivo. O SNES Classic Edition custa nos Estados Unidos US$ 79,99 (em torno de R$ 250 com o dólar a R$ 3.10). O console seria lançado no Brasil em 20 de outubro, custando quatro vezes mais que o valor cobrado nos EUA.

A própria Nintendo recomenda que os clientes não paguem preços abusivos pelo novo console, algo que já acontece pelos preços inflacionados no comércio informal.

Mas… um SNES Classic Edition a R$ 999… entra nessa mesma regra de “preço abusivo”? A JVLat não se pronunciou sobre o assunto, mas nem se o problema da demanda acontecer, esse valor final para o produto não se explica.

O console basicamente vai custar o dobro do valor de uma daquelas caixas com vários emuladores que são vendidas no MercadoLivre. E isso, porque estou falando dos modelos mais completos desse tipo de produto.

Entendo que nem mesmo todo o amor e o saudosismo que tenho pela Nintendo vale para pagar R$ 1.000 em uma caixa emuladora bonitinha que roda apenas 21 jogos.

 

Via G1, IGN