George Garofano, o último acusado pelo vazamento de fotos de celebridades na internet (caso conhecido como Celebgate), foi condenado a 8 meses de prisão pela invasão das contas privadas.

Assim como os demais envolvidos no tema, Garofano apelou para técnicas de pishing para roubar nomes de usuário e senhas de vários famosos e não famosos. Ao longo de 18 meses, ele foi capaz de entrar 240 vezes nas contas das vítimas.

As invasões resultaram no roubo de fotos, vídeos e outras informações comprometedoras de muitas celebridades. Agora, George vai passar um tempo atrás das grades, para depois viver três anos sob liberdade condicional, cumprindo com alguns requisitos adicionais impostos na sentença.

Nem preciso relembrar ao amigo leitor que a invasão de contas privadas é crime. Mais crime ainda é compartilhar conteúdos privados de terceiros, mesmo que tais conteúdos sejam enviados para você pelo próprio protagonista das fotos e vídeos.

Entendo que é sempre bom ter uma dose de bom senso na hora de enviar e receber conteúdos desse porte. Você pode ser responsabilizado por destruir a imagem de uma pessoa, e esse é um peso que ninguém quer carregar.

 

Via The Guardian