A Disney está investindo tempo e milhões de dólares na sua divisão Dinsey Imagineering de pesquisa e engenharia, encarregada de criar a próxima geração de robôs para os seus parques e filmes.

A divisão já apresentou robôs que escalam paredes com assombrosa precisão, que saltam com apenas um pé, com inteligência artificial e até protótipos interativos. Mas agora, temos o Stuntbot, pensado para ser um dublê de cenas de ação, com impressionante capacidade de realizar acrobacias.

A Disney entregou ao mundo os animatronics, considerados por muitos os robôs interativos e animados mais avançados do mundo. Mas hoje, eles são um pouco antiquados diante das novas soluções vindas de diversas empresas.

Um dos problemas dos animatronics é que eles são pregados ao solo, com movimentos centrados no rosto, mãos e às vezes no corpo, mas eles não saíam de lugar de forma autônoma. Hoje, todos querem todos os tipos de movimentos vindos desses robôs.

Outro problema dos animatronics é a exigência de um humano para obter movimentos, e de um dublê para as cenas de ação durante os espetáculos. E esse problema ficou maior justamente quando a Disney se tornou dona da franquia Star Wars e da Marvel.

Por isso, o Stuntbot representa uma evolução de um conceito do passado, que atende as necessidades do presente e do futuro das atrações dos parques da Disney. Ele pode realizar as cenas de perigo e movimentos complexos que dublês humanos não conseguem.

Foi um longo desenvolvimento e milhões de testes, engrenagens, sensores e articulações, para só agora alcançar um aspecto humanoide. O Stuntbot é capaz de se equilibrar em uma corda, realizar poses de famosos personagens, auto-corrigir sua trajetória no ar e aterrizar em um ponto designado. Possui acelerômetro e giroscópio integrados, além de um sistema de detecção a laser que mede as distâncias, o alcance e a velocidade, para uma precisão nunca vista antes em um robô.

Os primeiros Stuntbots estreiam quando Star Wars: Galaxy’s Edge estrear nos parques da Disney em Anaheim, Califórinia (EUA) em 2019, além das novas expansões centradas no universo Marvel.

Tipo assim… a Disney criou o seu Ultron e só agora contou para a gente?