A Deepmind, inteligência artificial da Google para jogos, mostrou mais uma prova de sua evolução ao jogar sem muitos problemas o game Quake III.

A IA conseguiu aprender a jogar sozinha Quake III no modo Capture The Flag, inclusive superando jogadores humanos de alta qualidade. A tática foi deixar a Deepmind jogar centenas de milhares de jogos, aprendendo assim com os próprios erros.

Depois de 100 mil jogos, a IA atingiu um nível equivalente a um jogador humano médio. Depois de 200 mil jogos, ele se tornou um profissional, e depois disso adquiriu habilidades que a tornava praticamente imbatível.

 

 

Não facilitaram a vida da Deepmind no processo, já que ela só tinha acesso apenas as imagens do jogo, tal e como qualquer jogador humano. Seus mapas eram gerados aleatoriamente a cada partida, permitindo a adaptação a qualquer estilo de mapa, sem conhecimento prévio dos eventos.

Com isso, a Deepmind aprendeu a defender sua bandeira, atacar em grupo com apoio mútuo e até a tática de camping na base inimiga, em um ataque surpresa.

Agora, pense quando tudo isso for transportado para o mundo real… #medo.

 

 

 

Via Deepmind