Imagine a situação: você está em um restaurante onde planejou uma reunião secreta. Talvez com o chefe dos recursos humanos da concorrência ou com alguém que sua parceira não gosta. Você toma as precauções para não ser descoberto, mas sem você saber, o encontro é transmitido pela internet, sem você saber.

Isso pode ter acontecido com qualquer um de nós.

Os riscos de um estabelecimento comercial ter instalado uma webcam e não trocar a senha padrão pode resultar no fim da privacidade. Sua, e de outras pessoas. Apenas isso.

Câmeras que exibem imagens de todo o mundo não apenas podem violar a privacidade, mas podem criar problemas legais sem precedentes. E recentemente na Espanha, algo inusitado aconteceu.

 

 

O mostrador da loja exibia o logo de uma franquia. 20 segundos depois, temos o seu endereço e telefone pelo Google. Uma simples ligação comprova o vazamento das imagens.

Normalmente, os donos do estabelecimento não sabem disso, provavelmente pela ignorância da importância em mudar as senhas da webcam, e não é nada agradável saber de repente que todo o seu trabalho de anos é transmitido pela internet, para uma audiência desconhecida.

A câmera foi desativada horas de pois da loja receber o aviso.

 

 

O mesmo está acontecendo em restaurantes, onde pessoas comendo e bebendo aparecem para o mundo todo. Os estabelecimentos alertados sobre os problemas com a webcam normalmente desligam o dispositivo horas depois do alerta.

Até mesmo em clubes de camping temos câmeras abelhudas instaladas, com a desculpa que estão presentes para a segurança dos usuários, e uma cortesia para os visitantes do site do camping. Aqui, não tem falha de segurança, mas sim violação de privacidade pura e simples, com consequências legais sérias, já que os usuários não são alertados que as imagens do que acontece lá dentro são reproduzidas pela internet.

 

 

A lista de estabelecimentos que caem na mesma regra é enorme, e é fundamental que cada um de nós tomemos nossas precauções para evitar uma espionagem involuntária. Mesmo sendo estabelecimentos públicos, nós temos direito a manter a nossa privacidade intacta.