AdultSwine

O time de investigadores da Check Point Software Technologies descobriu o AdultSwine, um novo código malicioso na Google Play Store, que está escondido em quase 60 apps de jogos infantis. Esses aplicativos somam entre 3 e 7 milhões de downloads na loja nesse momento.

Até então, os cibercriminosos atacavam empresas, hospitais e governos, mas agora tem o seu foco nos menores de idade. O malware pode rodar no smartphone, abrindo a porta para outras ameaças, como o roubo de credenciais do usuário.

Uma vez que o app infantil infectado é instalado no dispositivo, ele espera que o usuário o execute ou desbloqueie a sua tela para iniciar o ataque. Quando executado, o ciberdelinquente escolhe que apareça no telefone hackeado uma das três opções:

 

1. Anúncios inapropriados e pornográficos: O mais impactante desse malware, com anúncios que aparecem sem prévio aviso sobre a tela do app infantil.

2. Scareware: Outra ação do AdultSwine é assustar os usuários para que instalem aplicativos ‘de segurança’ desnecessários e prejudiciais. Mostra um anúncio avisando que um vírus infectou o dispositivo, e quando o usuário seleciona o item para eliminar o vírus, o usuário é direcionado para outro aplicativo da Google Play que, na realidade, é outro malware.

3. Envio de SMS premiado: O AdultSwine pode cobrar a vítima por serviços premium fraudulentos e não solicitados. Mostra um pop-up publicitário, afirmando que o usuário acabou de ganhar um iPhone ou um outro prêmio, e que seu número de telefone é necessário para reivindicar a graça alcançada. Se você fornece o número, começa a receber mensagens SMS premium de forma constante, encarecendo a conta do usuário.

Logo, todo cuidado é pouco. Fique de olho nos aplicativos que o seu filho está instalando em seu smartphone. Em casos extremos, limite o que ele pode instalar no dispositivo. É melhor para todos.