O vício ao smartphone é um fenômeno real Sua presença é real e cada vez mais crescente. Para combater isso, algumas soluções extremas começaram a aparecer, como a proposta do Yondr.

A empresa desenvolveu um estojo compacto onde colocamos o smartphone e fechamos o dispositivo. O estojo só pode ser aberto novamente quando encontramos uma estação de desbloqueio.

O produto é idealizado em casos onde o uso compulsivo do smartphone pode ser algo problemático para as demais pessoas, como na escola, eventos culturais, julgamentos e eventos privados.

 

 

O Yondr tem o mesmo efeito prático de colocar um licor no armário para o alcoólatra não beber, e esconder a chave do armário. Usar truques psicológicos para evitar o uso excessivo da tecnologia pode ser algo bem patético, mas ilustra o momento atual do vício das pessoas.

A tecnologia do Yondr é similar ao dos tags magnéticos colocados em peças de roupas para evitar o seu roubo em lojas. Pode ser funcional em cenários práticos, mas não é uma solução definitiva para os viciados em smartphones.

 

+info