yahoo-sad

Os primeiros processos contra o Yahoo! começaram a aparecer apenas um dia depois da confirmação do roubo de dados de 500 milhões de contas de usuário.

Em 2014, 500 milhões de contas do Yahoo! foram comprometidas, incluindo nomes de usuário, endereços de e-mails, datas de nascimento, números de telefones, senhas e até perguntas de segurança cifradas ou não em alguns casos.

O pior de tudo é que o Yahoo! não informou sobre o problema na hora, e só confirmou que 200 milhões de registros apareceram à venda na Deep Web. E, mesmo assim, só revelou isso depois da empresa ser vendida para a Verizon.

 

Processos chegando mais rápido que você possa dizer “Yahoooooo…”

Como esperado, os primeiros processos chegaram a vários tribunais norte-americanos no dia seguinte da violação se tornar pública, alegando negligência e irresponsabilidade por não garantirem a segurança dos dados e não informar os usuários.

Um dos processos busca o status de ação coletiva, e exige reparação de danos não específicos, mas supostamente um ressarcimento econômico para os usuários potencialmente afetados, o que pode ser um grande problema para a empresa gerenciada por Marissa Mayer na recuperação de sua posição na internet, podendo até comprometer a venda dos ativos para a Verizon, avaliados em US$ 4.8 bilhões.

O tempo vai dizer o tamanho do prejuízo. A empresa alega que o ataque foi produzido por um “agente patrocinado por um Estado” (agências de inteligência da Rússia ou da China), e garantem que ainda estão investigando o incidente.

Mas… eles não tiveram tempo de investigar isso desde 2014?

Via Slashdot