yahoo-logo-1375850420.jpg.pagespeed.ce.r_45cu6gxY

Pense na seguinte situação: os seus canais de vídeos favoritos, que hoje estão no YouTune, poderiam simplesmente fazer as malas e buscar pastos mais verdes, visando lucros mais vantajosos. É com isso que o Yahoo conta para fazer com que sua futura plataforma de vídeos alcance o sucesso. Bom, é o que diz os últimos rumores publicados pelo site Recode.

De acordo com as fontes do site, o Yahoo estaria finalizando os preparativos do lançamento de um serviço de vídeos formulado especificamente para roubar do YouTube as suas principais estrelas, oferecendo aos publicadores uma maior margem de lucros.

Como você provavelmente bem sabe (e, se não sabe, ficará sabendo agora), algumas personalidades dos canais mais populares do YouTube estão insatisfeitos com os lucros que recebem da Google. Não só isso: também é ponto de irritação as políticas de uso que chegam a causar remoções injustificadas de vídeos e até a exclusão de canais inteiros por infrações de copyright discutíveis.

O problema é que, basicamente, nesse momento, não existe nenhuma alternativa diante do YouTube. Se você tem um canal de vídeos popular, e quer explorá-lo economicamente, ou você aceita as condições impostas pela Google, ou comece a pensar em outra coisa na vida para ganhar dinheiro.

A plataforma que a equipe de Marissa Mayer estaria elaborando não só ofereceria mais dinheiro aos usuários VIP descontentes com o YouTube, mas também uma ampla exposição ao público em geral, ao promover os seus vídeos na página do Yahoo. Algo que, convenhamos, não é nada depreciável, se considerarmos o tráfego que possui o seu portal.

Chegando a esse ponto, se você consegue ler nas entrelinhas, terá se dado conta que falamos muito dos usuários VIP do YouTube, e quase nada do público em geral. Então… o que acontece com o usuário comum?

Deve se conformar em ser um mero espectador.

A ideia do Yahoo é lançar o seu serviço para roubar as grandes estrelas do YouTube, e só mais tarde – talvez um ano depois -, eles podem abrir a sua plataforma de vídeos para o resto dos mortais, criando um sistema de conteúdo aberto para todos os internautas, ou diretamente adquirindo alguma empresa como a Vimeo, que aparentemente estaria buscando um comprador, e cuja atividade se encaixa como uma luva na categoria de tecnologia que o Yahoo necessita.

Considerando a facilidade com a que Marissa Mayer ter aberto a carteira ultimamente, não seria uma ideia muito descabida. Vamos ver se o tempo confirma todas essas teorias.

Via Recode