O Yahoo segue vivo e resistente (ou pelo menos quer criar alguma resistência no mercado). Para se manter ativo, a empresa anunciou o seu plano de restruturação, que envolve a demissão de 2 mil funcionários.

Nas palavras de Scott Thompson, CEO da empresa, com essa decisão, o Yahoo pretende dar “um importante passo para a criação de um renovado Yahoo, muito mais sólido, pequeno, ágil, rentável e melhor equipado, para inovar tão rápido como os clientes e a indústria exigem”. O executivo foi um pouco além no seu discurso, indicando que “o objetivo é voltar para a finalidade principal da empresa: colocar os usuários e assinantes frente a frente”.

A empresa não entrou em detalhes sobre as medidas concretas para essa restruturação, ou mesmo as condições que as demissões serão realizadas.

Via Yahoo