650_1000_650_1000_xiaomi-mi4-launch-03-1024x576

A Canalys apresentou os seus números do mercado mobile na China, um importante e cobiçado mercado para os fabricantes do setor. E até lá a Samsung perde participação do mercado, ficando atrás da Xiaomi (agora Mi), que só atua nesse país. Por enquanto.

Estudos da IDC e da Strategy Analytics já mostraram que Samsung e Apple perderam espaço para empresas como Lenovo e Huawei, mas é a Xiaomi que mais chama a atenção nesse grupo. Durante o segundo trimestre de 2014, a empresa – que basicamente está apenas na China e em países vizinhos – vendeu nada menos que 15 milhões de unidades dos seus smartphones.

650_1000_samsung-xiaomi-china

A Xiaomi destronou a Samsung na China, vendendo 14.99 milhões de unidades no país, contra 13.22 milhões dos coreanos. Um detalhe que torna o estudo da Canalys ainda mais interessante é que a maioria dos concorrentes (Lenovo, Yulong ou Huawei) venderam no mesmo período uma quantidade de unidades similar à Samsung.

No grupo dos “outros” (onde nomes como Apple ou ZTE estão presentes), temos importantes 39% de cota, o que mostra como o mercado chinês oferece uma disputa equilibrada.

650_1000_samsung-xiaomi-china-2

E a pergunta persiste: acabou o tempo das vacas gordas da Samsung no mercado mobile?

Via Canalys