xiaomi-redmi-3-tenaa

O Redmi 3, modelo mais econômico da Xiaomi, está com uma nova versão a caminho, e apesar de contar com suas limitações típicas de modelo de entrada, pode contar com um recurso que se torna tendência no mundo mobile: o leitor de digitais.

Como vemos, se trata praticamente de um clone do Xiaomi Redmi 3 original, com a diferença de contar com uma bateria de apenas 3.000 mAh (contra 4.100 mAh do modelo original). É um vazamento sem maiores detalhes, mas tudo indica que o espaço interno do leitor de digitais obrigou esta redução da bateria do dispositivo.

Além disso, essa nova versão do Xiaomi Redmi 3 deve contar com:

– Processador octa-core de 1.5 GHz
– Tela de 5 polegadas (HD, 1280 x 720 pixels)
– 2 GB de RAM
– 16 GB de armazenamento
– 3.000 mAh de bateria
– 144 gramas
– Dimensões de 139.3 x 69.6 x 8.5 mm
– Leitor de digitais na parte traseira
– Preço de aproximadamente US$ 105 (já convertidos)

Não sabemos se esse modelo vai manter o seu nome original, ou se será uma variante com o sobrenome Prime, com algumas alternativas apresentadas pela Xiaomi em outras oportunidades. O novo Xiaomi Redmi 3 não tem data para chegar ao mercado, mas uma vez que o modelo passou pelo TENAA, supomos que ele não deve demorar para ser apresentado.

Por enquanto, vá pensando o que vai compensar mais para você: um smartphone com maior bateria com um smartphone que te permita realizar pagamentos.

Via GSMArena