Hugo-Barra-Xiaomi

Hugo Barra, vice-presidente de operações globais da Xiaomi, disse em uma entrevista que sua empresa vai precisar se preparar para uma possível guerra de patentes quando desembarcar nos Estados Unidos, dando a entender que esse é o motivo para adiar tanto a sua chegada ao país.

Os processos por patentes são recorrentes na ‘terra da liberdade’, e a Xiaomi já foi duramente criticada por empresas norte-americanas, de modo que eles já sabem que não serão bem recebidos nos Estados Unidos, tendo as portas dos tribunais mais abertas que as portas das lojas.

Tudo isso fez com que Hugo Barra esclarecesse que o lançamento dos seus smartphones nos Estados Unidos iria exigir pelo menos um ano de preparo para evitar que eles sejam devorados nos tribunais, o que nos ajuda a entender melhor a lenta expansão da Xiaomi no mercado.

É fato que a expansão internacional da Xiaomi em países que não são membros dos mercados emergentes será muito complicada. E tudo por culpa das patentes.

Via NextPowerUP!