650_1000_650_1000_mi-4-1

A Xiaomi anunciou que vai adquirir 3% da Kingsoft, empresa especializada em software, através da compra da Tencent Holdings, pelo valor de US$ 68 milhões. A Tencent mantém 9.6% dessa empresa, que é avaliada na bolsa de Hong Kong em US$ 2 bilhões.

O objetivo da Xiaomi é ser mais forte nos setores de software e serviços. A Kingsoft trabalha em diferentes áreas do desenvolvimento, com muito sucesso no mercado asiático, com projetos de segurança na rede, software para empresas e jogos online.

650_1000_kingsoft_logo

A empresa chinesa dirigida por Lei Jun fez investimentos importantes em 2014. Um exemplo é a Midea, que recebeu US$ 200 milhões, além da Misfit (especializada em wearables). Nos dois casos, a aposta foi no hardware.

Hugo Barra declarou em diferentes oportunidades que a forma deles se tornarem maiores e mais fortes é através do investimento. Eles também se interessam em crescer em campos como a criação de conteúdos multimídia, produtos para o lar, comércio eletrônico e empresas estabelecidas em outros mercados com potencial, como a Índia.

Hoje, a Xiaomi é a terceira maior fabricante em vendas de smartphones na Ásia, rivalizando com a Lenovo. Eles venderam 61 milhões de smartphones.

Via TechCrunch