xiaomi-teaser

Lei Jun, CEO da Xiaomi, explicou por que a certificação IP68, a mais avançada na proteção de dispositivos, não está presente nos seus smartphones.

O CEO da Xiaomi respondeu uma das perguntas que sua empresa mais recebe habitualmente, onde seus dispositivos só contam com proteção à gotas de água, e em casos muito específicos. Nenhum dos modelos da empresa asiática conta com proteção contra água e poeira. E a explicação é bem simples.

 

É caro

Lei Jun explica que tal processo de segurança contra água e poeira é algo custoso e pouco eficiente, fazendo com que os custos dos dispositivos aumentem de forma sensível, o que tornaria impossível manter a política de preços que até agora vem adotado, sem falar que o processo é facilmente deteriorável.

Para a Xiaomi, revestir o smartphone com a película selada, o que o tornaria impermeável, aumentaria o preço final do produto. Sem falar que, em caso de qualquer queda do smartphone que resultasse em uma rachadura ou um simples arranhão, poderia fazer com que a impermeabilidade se perdesse. Logo, tal processo não seria suficientemente eficiente e, por isso, a empresa decidiu deixar o mesmo de lado.

A Sony durante um tempo implantou em seus dispositivos as certificações IP67 e IP68, e agora só aposta nessa proteção no modelo Xperia X Performance. Outras empresas, como a LG, seguem deixando essa opção de fora. Ou seja, a impermeabilidade não está tão difundida como parecia, e talvez a resposta de Lei Jun não é tão absurda assim.

Via PhoneArena