xbox-one

Fontes próximas da Microsoft informaram ao site The Verge que a partir do meio de 2015 os desenvolvedores começarão a trabalhar em ferramentas que poderão funcionar sobre o console, para que o futuro catálogo de aplicativos universais do Windows 10 se ajuste ao console.

Essa informação esclarece o papel do Xbox One na integração do ecossistema do Windows 10, reforçando o conceito de uma experiência universal e convergente. Um dos pontos mais interessantes pode ser a conversão de qualquer console em um produto de desenvolvimento, algo prometido pela Microsoft durante o lançamento desse produto.

É esperado que a Microsoft publique uma versão preliminar do SDK em maio, para que os desenvolvedores comecem a trabalhar nos seus projetos. Resta saber qual será o papel que o Kinect terá no âmbito dos aplicativos universais. Alguns desenvolvedores comentaram de forma anônima que até agora o desempenho seria decepcionante, e que só o tempo diria se o periférico do Xbox One teria algum valor na nova filosofia ‘One Windows’.

Os atuais aplicativos seguem funcionando no console, mas a Microsoft espera realizar a mudança global para os aplicativos universais a partir de novembro de 2015. Essa deve ser a janela de lançamento do Windows 10 para Xbox One, e essa loja única permitiria a execução de aplicativos tanto no PC como no smartphone, tablet, e videogame.

Uma proposta ambiciosa, que queremos ver em ação logo.

Via The Verge