Faltando aproximadamente um mês e meio para o lançamento do Windows 8, já temos controvérsias sobre o sistema. Depois da interface Metro receber críticas diversas, e da ausência do botão Iniciar no sistema, a Microsoft agora está diante de uma grave acusação. Segundo o programador Nadim Kobeissi, o Windows 8 possui um recurso chamado SmartStreen, que informa à Microsoft sobre todos os programas e aplicativos baixados e instalados pelo usuário.

O Windows SmartScreen foi supostamente criado para proteger os usuários de programas maliciosos que podem adentrar a máquina. De forma complementar, quando o Windows detectar o software e solucionar o problema, o serviço envia informações para a Microsoft, para reforçar a base de dados de segurança do sistema operacional. Mas, de acordo com Kobeissi, “foi possível interceptar as comunicações do SmartScreen com a Microsoft, e identificar que o serviço manda informações sobre qualquer aplicativo baixado e instalado na máquina, e não apenas aqueles considerados problemáticos.”

O recurso do SmartScreen está ligado como padrão, quando o usuário instala o novo Windows na máquina, ou quando compra um equipamento com o novo sistema, e quando o recurso é desligado pelo usuário, o Windows pode periodicamente enviar um alerta para o usuário, recomendando que o serviço seja reativado.

A Microsoft rapidamente se pronunciou sobre o assunto. “Nós podemos confirmar que nós não estamos construindo um banco de dados com o histórico de programas e dados de IP do usuário”, afirma um porta-voz da empresa. “Tal como todos os serviços online, os endereços de IP são necessários para se conectar aos novos serviço, mas nós periodicamente deletamos esses dados dos nossos logs. Para a privacidade dos usuários, nós tomamos medidas que protegem os dados dos mesmos. Nós não usamos esses dados para identificar usuários, contatos ou com o objetivo de enviar propagandas para o mesmo, compartilhando esses dados com nossos parceiros.”

O comunicado do porta-voz da Microsoft conclui que “sobre as reclamações de dados de segurança SSL e risco de interceptação de dados pelo protocolo SSL2.0, por padrão, o Windows 8 não pode usar esse protocolo com o nosso serviço, uma vez que o Windows SmartScreen não usa o protocolo SSL2.0”.

Via BGR.com