Tammi Reller, diretora de marketing do Windows, revelou durante sua intervenção em um dos fóruns da CES 2013, que as vendas do Windows 8 estão na faixa de 60 milhões de licenças vendidas até a presente data. Esse número representa as vendas acumuladas do novo sistema, incluindo atualizações e convênios com sócios e parceiros, que utilizam a versão OEM para instalação em novos produtos.

Apesar do novo sistema representar uma mudança muito grande e ambiciosa para a empresa, Reller reconheceu que as vendas do Windows 8 estão mais ou menos no mesmo ritmo que o Windows 7 nessa mesma etapa. Vale lembrar que o Windows 7 é considerado hoje o sistema operacional mais vendido da história da informática.

Mas, mesmo que esses números representem um dado positivo para a gigante de Redmond na teoria, a mesma Microsoft, que anunciou no final de novembro que já tinha alcançado a marca de 40 milhões de licenças vendidas do Windows 8, reconhece que está tendo certos problemas na adoção do sistema em novos dispositivos que estão a venda.

Com mais de 1.700 dispositivos certificados com o Windows 8 e/ou Windows RT, junto com a nova rodada de produtos que são anunciados nesta semana na CES 2013, a Microsoft espera aumentar consideravelmente o número de licenças vendidas nos próximos meses, quando esses novos dispositivos chegarem efetivamente ao mercado.

Por alguns minutos, Reller se centrou nos números sobre a demanda atual no mercado do Windows 7, e comentou que essa versão ocupa hoje 60% do mercado total da Microsoft. Nas grandes empresas, o volume de adoção do Windows 7 ainda é muito alto: 90%.

Nesta semana, a Microsoft também destacou o forte crescimento no número dos desenvolvedores do Windows 8. Desde o lançamento da sua loja de aplicativos, o número de apps disponíveis quadruplicou, e eles já ultrapassaram a marca de 100 milhões de downloads. E isso, apenas dois meses depois do lançamento global do Windows 8.

Durante a seção de perguntas e respostas, Tammi Reller se negou a fazer comentários sobre um suposto desenvolvimento de um smartphone próprio, ou um Surface Phone, com Windows Phone 8.

Via Gizmologia