Windows-8

A Microsoft fez um bom trabalho no quesito segurança nas versões mais recentes do seu sistema operacional. O gráfico (mais abaixo nesse post) mostra que o Windows 8.1 se infecta até cinco vezes menos que o Windows 7.

Ou seja, o Windows 8.1 não é apenas mais seguro, mas também menos propenso a sofrer infecções por malwares do que outras versões, como a já citada Windows 7 ou Windows Vista. As barras de cor azul escuro do gráfico abaixo mostram a taxa de infecção para cada mil equipamentos com cada um dos sistemas operacionais da Microsoft durante o terceiro trimestre de 2014, enquanto que as barras em azul claro indicam a mesma taxa, mas durante o quarto trimestre de 2014, expressado em porcentagens.

Microsoft-Latest-Versions-of-Windows-Are-More-Secure-Against-Malware

Um exemplo: de cada 1.000 equipamentos com Windows 8.1, apenas 1.3% registrou infecções de malwares no quarto trimestre de 2014. Essa é uma excelente notícia, principalmente se levarmos em conta que falamos de um sistema operacional muito popular, o que facilmente o torna em um alvo de muitos ciberdelinquentes.

Merece destaque também as novas medidas de segurança que a Microsoft estão funcionando de forma adequada, e as coisas podem funcionar ainda melhor no Windows 10.

Via Softpedia