De acordo com os dados da NetMarketShare, o Windows 10 retomou o movimento de crescimento de cota de mercado no mês de julho.

Isso é importante porque o Windows 10 é o sistema de referência da Microsoft, já que não se vendem mais PCs com Windows 7 ou 8.1, com todos os novos equipamentos já contam com a nova versão pré instalada.

Além disso, apenas o Windows 10 conta com suporte para as novas plataformas de hardware como a Intel Kaby Lake e AAMD RYZEN.

A cota do Windows 10 estimada hoje é de 28%, mas já era para essa cota de mercado ser maior com mais de dois anos de mercado.

A “culpa” disso segue sendo com o Windows 7, que retrocedeu apenas alguns décimos na sua cota de mercado. E vai levar muito tempo para isso mudar.

A queda mais significativa foi do Windows XP. Quase nove décimos em apenas um mês, deixando a sua participação abaixo dos 6%.

 

 

Entre as demais alternativas, destaca-se um Linux que cresceu vários décimos, alcançando 2,53%, se recuperando de uma queda em junho.

Quanto ao macOS, ficou na faixa dos 6%, e não aponta crescimento diante da queda de vendas de computadores Apple.

 

Via NetMarketShare