Você sabia que tem pelo menos 12 versões do Windows 10 no mercado?

Pois é… muito mais do que muitos imaginaram. Logo, vale a pena um post revisando cada uma delas, e o que elas oferecem.

Ainda que a Microsoft tenha criado o mantra One Windows, no final das contas, temos várias edições para cenários muito específicos. Algumas versões são simplesmente desnecessárias. Outras, obrigatórias.

A diversidade de versões é surpreendente. É o dobro de versões do Windows 7 e o triplo do Windows 8.

Pois bem, vamos listar a seguir cada uma delas.

 

 

1. Windows 10 Home

 

 

A edição básica e original, voltada a desktops, notebooks, tablets e conversíveis. Inclui todos os recursos pensados no usuário final: Cortana, Edge, suporte aomodo tablet e Windows Hello, além de diversos apps nativos (e-mail, Fotos, Mapas, Calendário, Música, Vídeo, etc). Também conta com o Game Bar para os gamers.

 

 

2. Windows 10 Pro

 

 

Tem tudo o que traz a versão Home, mas com opções específicas para profissionais e pequenas empresas. Possui suporte para unir equipes em um domínio de trabalho, suporte de gesão de políticas de grupo, tecnologia Bitlocker e Desktop Remoto, atualizações mais frequentes e tecnologias como Device Guard, que protege dispositivos de empresas contra ameaças externas de forma mais potente.

 

3. Windows 10 Enterprise

 

 

É pensada em empresas de médio porte, adicionando maior proteção aos equipamentos e dados profissionais. Apenas os membros do Volume Licensing da Microsoft podem acessar essa versão, que tem como principais destaques o DirectAccess, que permite o acesso remoto à uma rede interna em um sistema similar a um VPN e o AppLocker, que resitringe certos aplicativos em determinados dispositivos.

 

 

4. Windows 10 Education

 

 

Edição orientada para ambientes educacionais. Não para alunos, mas sim para as instituições acadêmicas. É a base do Windows 10 Enterprise, contando com seus recursos, mas tudo sob licenças de volume da Microsoft. Um diferencial da versão é o Cortana desabilitado.

 

 

5. Windows 10 Pro Education

 

 

Uma edição “avançada” da anterior para fabricantes de hardware com licenças especiais para a educação primária e secundária em países como Estados Unidos ou Austrália. A principal diferença da versão é a capacidade de provisionamento via app Set Up School PCs, que permite instalar o sistema operacional e algumas preferências comuns em um ambiente educacional/acadêmico via pendrive. Não inclui o Cortana ou sugestões da loja do Windows, nem o Windows Spotlight.

 

 

6. Windows 10 Enterprise LTSB

 

 

Outra versão especializada, nesse caso diretamente derivada da Enterprise, mas nesse caso com um suporte ao longo prazo. São edições lançadas a cada dois ou três anos, com garantia de suporte de 10 anos, com atualizações de segurança. Porém, depois disso, nada mais de atualizações. Alguns apps nativos do Windows e a loja de aplicativos Windows Store não estão nessa edição.

 

 

7. Windows 10 Mobile

 

 

Orientada para smartphones e pequenos tablets. Um fracasso comercial, mas é uma das variantes mais chamativas desse sistema operacional. Aqui tem todas as opções voltadas para o usuário final, incluindo o modo Continuum ou a versão móvel (e touch) do Office.

 

8. Windows 10 Mobile Enterprise

 

A variante empresarial da plataforma móvel, com características específicas para esse grupo de usuários. Também se obtém via licenças de volume, e entre as diferenças mais importantes estão no controle do gerenciamento de atualizações e no controle de telemetria. O gerenciamento de dispositivos empresariais e algumas melhorias nas características de segurança também estão entre esses diferenciais.

 

 

9. Windows 10 IoT

 

 

O sucessor natural da linha Windows Embedded, e é pensado nos dispositivos da Internet das Coisas. Tem três sub-edições: IoT Core, IoT Enterprise e IoT Mobile Enterprise. A primeira tem suporte para as Raspberry Pi 2 e 3. A versão enterprise é mais orientada para soluções integradas em empresas de produção de produtos, e a Microsoft convida os desenvolvedores a baixar essas versões para trabalhar com elas.

 

 

10. Windows 10 S

 

 

A aposta na nuvem e na educação da Microsoft, para competir diretamente com o Chrome OS. Na prática, é um Windows 10 que impede a instalação de apps de fora da Windows Store, buscando uma maior segurança e controle. Mesmo sendo uma ideia interessante, é uma edição muito mal recebida pelo mercado.

 

 

11. Windows 10 Team

 

 

Uma versão orientada para as salas de conferência, e é uma adaptação do Windows 10 Enterprise. Tem como diferenciais o uso de uma interface touch, a presença de uma tela de boas vindas que substitui a tela de bloqueio e aplicativos especializados, como Whiteboard, Skype for Business e explorador de arquivos e configurações adaptados para recursos específicos.

 

 

12. Windows 10 Pro for Workstations

 

 

A última edição é voltada para usuários de estações de trabalho e servidores com hardware mais avançado. Tem como diferenciais a integração do sistema de arquivos Resilient File Sistem (ReFS), para grandes volumes de dados, suporte para memória persistente, melhores transferências em pastas compartilhadas e suporte para configurações de hardware especializado, como Intel Xeon e AMD Opteron com até quatro CPU e até 6 TB de memória.

 

A seguir, uma tabela que ilustra melhor essas diferenças (clique na imagem abaixo para ampliar).