windows-10-topo

A essa altura não deve ser surpresa para ninguém quando afirmamos que o Windows 10 já superou os resultados obtidos pelo Windows 8 na sua primeira semana de vida, mas os dados revelam um quadro muito interessante.

Bem sabemos que o fato da Microsoft oferecer a atualização para o Windows 10 de graça para os usuários do Windows 7 e Windows 8 influenciou nesse bom desempenho, mas devemos ter bem claro que a diferença é muito grande para atribuir essa vantagem exclusivamente por esse fator.

O foco adotado pela Microsoft no novo sistema operacional reforça em maior medida a presença do desktop tradicional, adicionando novas funções que adicionam um maior valor ao software, atraindo um maior número de usuários, já que completa uma experiência mais atraente e menos traumática que aquela oferecida pelo Windows 8.

O gráfico abaixo mostra o quão abismal é a diferença entre um e outro. O Windows 8 na sua primeira semana não alcançou sequer 1% de fatia de mercado, enquanto que o Windows 10 superou os 3% no mesmo período.

win10-useage-share-after-one-week-100602917-large.idge_

A Microsoft fez um bom trabalho com o Windows 10, mas obviamente o lançamento não foi perfeito, nem isento de problemas. Mas acredito que isso não vai provocar um lastro grave, nem afetar o bom ritmo de adoção do sistema operacional.

Via ComputerWorld