windows-10-boxes

A Microsoft confirmou que, a partir de 17 de julho de 2017 (daqui a 18 meses), a empresa vai reduzir o suporte aos equipamentos baseados com Windows 7 e Windows 8.1 com processadores Skylake ou superiores, de forma que após essa data só receberão atualizações críticas e fundamentais, sempre e quanto elas não coloquem em perigo a estabilidade e a eficiência do sistema.

Para o usuário, isso quer dizer que daqui a 18 meses o suporte para esses equipamentos com tais sistemas operacionais baseados em Skylake será bem limitado. Além disso, não será possível utilizar as duas versões com Windows 10 com os novos processadores que estão chegando ao mercado, incluindo os futuros ZEN da AMD, os Kaby Lake da Intel e o Qualcomm Snapdragon 820 no Windows 10 Mobile.

É possível que mais de uma pessoa entenda que a Microsoft está forçando o usuário a atualizar o sistema operacional, mas não é bem assim. As novas gerações de processadores Intel introduziram novidades funcionais e elementos importantes para que o Windows 7 e Windows 8.1 não estavam preparados.

Com isso em mente, é normal que a Microsoft faça o anúncio de um suporte limitado aos usuários com um hardware mais atual nos sistemas operacionais antigos, ainda que obviamente esta não deixa de ser uma decisão que pode desagradar muita gente.

Via Anandtech