windows-10-mobile-teaser

O Windows 10 Mobile não tem que fazer frente apenas ao Android e iOS, mas também aos seus predecessores, especialmente ao Windows 8.1. O AdDuplex mediu a cota de mercado de cada versão do sistema operacional móvel da Microsoft até o mês de novembro, e detectou alguma fragmentação, mas sem chegar nos níveis descontrolados do Android, e com um explícito domínio do Windows Phone 8.1.

Cuota-de-mercado-de-cada-uno-de-lo-sistemas-operativos-para-moviles-de-Microsoft-Windows-Phone-y-Windows-10-Mobile

O Windows 10 Mobile alcançou no mês passado o Windows Phone 8.0, mas tem um longo caminho pela frente. Vendo como a Microsoft aposta forte na nova versão, possivelmente veremos uma queda notável na cota de mercado do Windows Phone 8.1. Mas só o tempo vai dizer.

Sobre os fabricantes, não há muito o que dizer. Poucos competem com a Microsoft e a antiga divisão de smartphones da Nokia. Apenas a HTC tem 1% entre os demais fabricantes.

La-antigua-Nokia-tiene-casi-el-monopolio-entre-los-smarthones-con-Windows

Outro dado interessante é que o smartphone Windows mais usado até novembro ainda é o Lumia 520, que até julho de 2014 vendeu mais de 12 milhões de unidades. Do mais, se observa um claro domínio das linhas médias do Lumia, e isso por que os smartphones da Microsoft vingaram quase que exclusivamente nesse segmento de mercado.

Vendo que os gráficos são de quase um mês e que já estamos no período de vendas do Natal, é provável que o Windows 10 Mobile tenha mais cota de mercado diante dos seus predecessores. Por outro lado, a baixa demanda de smartphones com Windows fará com que as atualizações sejam determinantes para que a Microsoft avance em um mercado que se mostrou ainda mais fechado em 2015.

Via AdDuplex