Windows 10 Cloud

 

Temos aqui uma pequena análise do Windows 10 Cloud em vídeo, com um resumo dos pontos mais importantes dessa futura versão do sistema operacional da Microsoft.

O vídeo confirma praticamente tudo o que já sabemos, com o novo fundo de tela padrão e a mesma restrição que impede a instalação de aplicativos que não pertencem à Windows Store.

Este último detalhe responde duas dúvidas. A primeira é que efetivamente importa mais a origem do aplicativo, e não o fato do mesmo estar ou não disponível na Windows Store. A prova disso é a tentativa fracassada de instalar o Evernote de fontes externas por razões de segurança, e o mesmo app ser instalado com sucesso quando o download é feito diretamente a partir da Windows Store.

Esse detalhe também confirma que cada aplicativo na Windows Store funcionará sem problemas no Windows 10 Cloud, sempre que o dispositivo cumpra com as especificações mínimas para rodar o app.

Isso é importante, pois o Windows 10 Cloud é destinado a dispositivos pouco potentes, pensados nos âmbitos educacional e profissional. A regra vale inclusive para os jogos, que devem rodar apenas os mais simples e menos exigentes no hardware.

A limitação aos apps da Windows Store não é um problema. A Apple faz o mesmo com o iOS para melhorar a segurança do sistema, e tal iniciativa deve aumentar o número de apps para Windows, pensando justamente nesse público em específico.

Vídeo demonstrativo a seguir.

 

 

 

Via Windows Central