whatsapp logo teaser

Mais lenha na fogueira sobre a questão da privacidade de dados do usuário, e principalmente se o WhatsApp pode ou não fornecer esses dados em caso de investigação judicial.

O especialista em iOS Jonathan Zdziarski encontrou provas de que o WhatsApp armazena um registro de todos os chats no dispositivo, onde nelas aparecem também as conversas apagadas. Logo, os dados seguem sendo acessíveis, mesmo que em formato físico, a partir do dispositivo.

 

Você apaga, mas os dados continuam lá

registro mensagens salvas whatsapps

Zdziarski foi surpreendido ao analisar várias imagens de disco da última versão do WhatsApp para iOS. Ele descobriu que o aplicativo armazena um registro de todas as conversas, inclusive as apagadas, que mostram uma marca com a tag “deleted”.

Com a encriptação de ponta a ponta, as mensagens são protegidas enquanto elas estão trafegando entre os usuários, de modo que nenhuma operadora ou agência governamental possa ler essas mensagens. Mas isso não se aplica aos dados armazenados no dispositivo. Desse modo, as conversas podem ser lidas por qualquer pessoa com o conhecimento necessário, sempre e quando ele tiver o acesso físico ao dispositivo.

Temos aqui uma grave ameaça à privacidade do usuário, uma vez que o WhatsApp não sobrescreve os dados de forma padrão. Ou seja, tudo fica em logs armazenados no dispositivo e nas cópias de segurança. As cópias via iTunes ainda podem ser encriptadas, mas os dados armazenados no iCloud não.

Logo, os mais preocupados devem desativar essa opção para ficarem mais protegidos.

A pergunta que fica é: o WhatsApp realmente não pode fornecer dados que eles não conhecem? Estranho… pelo o que entendi, qualquer um pode obter esses dados com essa “pequena falha”.

Via Jonathan Zdziarski