whatsapp-teaser

Os responsáveis pelo WhatsApp anunciam uma mudança em sua política de privacidade, e os novos termos resultam em uma consequência fundamental: o compartilhamento do seu número de telefone com o Facebook, com a ideia de conectar os serviços.

A decisão faz sentido na estratégia, uma vez que o Facebook comprou o WhatsApp há dois anos. Por outro lado, gera suspeitas sobre a forma que a rede social de Mark Zuckerberg vai utilizar esses dados.

O Facebook passa a ter mais dados sobre os usuários, o que desagrada e muito aqueles mais preocupados com a sua privacidade.

 

O Facebook vai saber o número do seu telefone

whatsapp-termos

 

Apesar de muitos usuários do Facebook já compartilharem seu telefone e endereço em seu perfil na rede social, outros preferem não fazer, isso, mantendo sua vida pessoal separada de suas atividades online.

O Facebook alega que vai usar essa informação “para melhorar sua experiência com publicidade e os produtos no Facebook”. O comunicado mostra como eles vão acompanhar mais de perto a atividade do usuário no WhatsApp.

A política de privacidade dos novos termos informa que os dados serão utilizados para melhorar as estatísticas do serviço e combater as mensagens de spam. Além disso, querem melhorar as sugestões de amizade e anúncios que sejam relevantes.

A conexão entre os dois serviços fará com que essa informação sobre o nosso número de telefone, com quem conversamos e quem são os nossos contatos (entre outras coisas) apareçam para nossos amigos no Facebook. A codificação está mantida, mas os dados serão coletados pelo WhatsApp.

 

Se você não concorda com isso, terá 30 dias para se manifestar

whatsapp-termos-02

 

É importante ressaltar que nada do que é compartilhado no WhatsApp (mensagens, fotos e informações de perfil) será compartilhado no Facebook ou em alguns dos seus aplicativos associados. A codificação ponta a ponta é mantida, e com isso nem WhatsApp, nem Facebook poderão acessar essas informações…. na teoria.

Ainda há duas opções de você desativar esse compartilhamento.

O primeiro método: antes de aceitar os novos termos de uso, clique na palavra “Leia” em azul, onde vai aparecer uma janela que desativa o compartilhamento.

O segundo método: aceite os novos Termos de Serviço e Política de Privacidade atualizados, em Ajustes > Conta > Compartilhar a informação da minha conta. Ali você pode desativar essa opção. Nesse caso, alguns dados ainda serão compartilhados com o Facebook.

Vale lembrar que, nos dois casos, a desativação dessa opção de compartilhamento de dados de forma voluntária só poderá ser feito nos 30 primeiros dias após aceitar os novos termos de uso e política de privacidade.

 

Está aberto um novo debate sobre a privacidade

whatsapp-termos-03

 

A decisão do WhatsApp reabre a discussão sobre o delicado equilíbrio que manteremos na nossa atividade online. As redes sociais e serviços de mensagens coletam nossos dados, mas não são os únicos.

Não faz muito tempo que a Microsoft foi duramente criticada por conta do Windows 10 nesse aspecto, sem falar na Google, que coleta nossos dados o tempo todo, e hoje é investigada por isso pela União Europeia.

O problema é o mesmo de sempre: o usuário final não tem o controle disso. A ideia é o “se você não paga pelo produto, você é o produto”. Usar desses serviços implica cada vez mais ceder parte da privacidade, com a desculpa de “melhorar a experiência do usuário”.

Pode até ser que isso aconteça, mas a voracidade que as empresas buscam coletar mais e mais informações sobre os usuários é algo muito preocupante.

A nova política de privacidade do WhatsApp não tranquiliza, e isso fará com que outros considerem outras alternativas a um aplicativo de mensagens que se beneficia do seu absoluto domínio no mercado.