walmart

O Walmart quer entrar na cozinha dos seus clientes nos Estados Unidos. A empresa vai começar a testar um novo serviço onde os seus fornecedores entrarão na cozinha dos clientes para colocar a compra na geladeira, inclusive quando os clientes não estão em casa.

O programa de entrega a domicílio começará a ser testado em Silicon Valley, e vai permitir que os usuários utilizem a tecnologia de suas casas inteligentes para abrir remotamente a porta das residências para os seus funcionários, assistindo por streaming a entrega das compras na geladeira.

Com isso, a Walmart vai um passo além da Amazon, cuja entrega depende da presença do cliente em casa. Além disso, a empresa vê esse como um passo além para todos os usuários que já se acostumaram a fazer as suas compras online.

Em um mundo perfeito, o serviço vale a pena, desde que as pessoas respeitassem as propriedades dos demais.

 

 

Pense nesse serviço funcionando no Brasil.

Até que ponto as pessoas estão dispostas a serem honestas na casa dos outros, principalmente quando a casa está vazia?

Mesmo você podendo acompanhar todo o processo ao vivo pelas câmeras, isso não te dá o controle total do que acontece na sua casa. Sem falar que novas fraudes podem aparecer com pessoas que se passam por entregadores visitando sua casa para realizar grandes furtos.

De qualquer forma, em uma sociedade cada vez mais acostumada com as compras online, este é um serviço que cedo ou tarde chegaria. Otimizar o tema da segurança não só é cômodo para quem trabalha fora, mas também para encontrar a geladeira cheia quando você voltar das férias.

Logo, ainda que este seja um passo ousado, é compreensível a iniciativa da Walmart. Ainda mais pela competição com a Amazon, que ganhou força nesse segmento depois de comprar a Whole Foods. Resta ver se os primeiros testes em Silicon Valley dão resultado, e se a Amazon vai emular a mesma estratégia no futuro.

 

 

 

Via TechcrunchBlog Walmart