windows-10-topo

A Microsoft dá um prazo de 30 dias para os usuários desistirem do Windows 10 (se quiserem) e realizar o downgrade para o Windows 7 ou Windows 8.1.

Para evitar confusões, vale a pena explicar tudo de forma bem direta. A primeira coisa que é preciso deixar claro é que isso faz referência aos que atualizaram o dispositivo através da promoção que oferecia o Windows 10 de graça, de forma que aqueles que compraram uma cópia do novo sistema operacional da Microsoft e atualizarem com ela o seu computador não estão submetidos a esse prazo.

Quando atualizamos para o Windows 10 de graça, a nossa licença do Windows 7/8.1 é assimilada pela nova licença do novo sistema operacional, de forma que acabamos renunciando a anterior em favor da nova. Na maioria dos casos isso não é um problema, já que o novo Windows 10 parece ser um bom sistema.

De qualquer forma, a condição de 30 dias para downgrade pode ser visualizada durante o processo de atualização. Mas certamente não faltarão usuário que não verão com bons olhos que a Microsoft não vai permitir manter a licença anterior ativa.

Via MuyCanal