sony-vaio-z-01

Em 2005, tivemos uma mudança importante nos computadores da Apple, que passavam a adotar a arquitetura PowerPC da Intel. Nesse ano, um rumor, que quase sai em forma de piada, poderia ter mudado consideravelmente os rumos do mercado de informática.

Segundo palavras do (na época) presidente da Sony, Kunitake Ando, a ideia da Apple (ainda capitaneada por Steve Jobs) era que os portáteis da linha VAIO contassem com o sistema operacional OS X. A gigante de Cupertino estava interessada especialmente na linha mais completa de notebooks VAIO, que sempre se caracterizou por apresentar novas tecnologias e dimensões reduzidas.

O namoro é antigo. Indo um pouco mais no passado, em 2001, quando o próprio Kunitake e diretores da Sony tiveram um encontro com Steve Jobs no Havaii, a possibilidade foi levantada durante um jogo de golfe. Segundo o executivo, a Apple não queria clones dos seus equipamentos, mas com a Sony, eles poderiam abrir uma exceção, uma vez que eles ficaram impressionados com o resultado final dos seus portáteis.

As negociações nunca avançaram, principalmente porque naquela época o Windows era a plataforma dominante, e isso funcionava muito bem para a família VAIO. Bom, ao menos a Sony obteve o respeito de ninguém menos que Steve Jobs, além de uma boa relação com a Apple.

A história aparece em um momento em que a Sony parece estar negociando a venda da sua divisão VAIO para aquela que é hoje a líder de mercado global, a Lenovo. Os japoneses não se pronunciam sobre o assunto, mas também não desmentem as informações.

Via Nobi