siri-suicide

A última atualização do assistente pessoal inteligente da Apple, o Siri, trouxe muitas novidades. Entre elas, um modo que pode prevenir tentativas de suicídio, ou pelo menos detectar quando a pessoa está insistentemente pesquisando sobre o assunto, e de forma automática, recomendar ajuda especializada.

Na prática, o software pode detectar quando a pessoa está com sérios problemas na vida, através das buscas e palavras digitadas, e recomenda automaticamente o número do telefone do National Suicide Prevention LIfeline, podendo inclusive discar diretamente para esse telefone, caso o usuário assim deseje. De forma alternativa, se o dono do iPhone não quiser discar para o NSPL, o Siri mostra automaticamente locais de entidades de prevenção ao suicídio, com indicações de mapas e telefones.

A Apple não é a pioneira nesse tipo de ferramenta. Desde 2012, a Google adicionou o recurso de análise de palavras-chave digitadas pelo usuário, para tentar detectar se o mesmo está fazendo uma busca por termos relacionados ao suicídio. Caso isso aconteça, a ferramenta de busca faz automaticamente a indicação para o National Suicide Prevention Lifeline, sugerindo ao usuário que faça a ligação para o centro.

O novo recurso pode estar relacionado à um recente estudo publicado pelo The New York Times, que informa que morrem mais norte-americanos pelo suicídio do que por acidentes de carro.

Via