emojis

 

Teremos 239 emojis em junho de 2017 depois da próxima atualização, que vai incluir mais variantes de cor e gênero. Por causa disso o Twitter anunciou o suporte para os novos emojis que, por enquanto, só podem ser vistos na versão web. Nada de clientes móveis.

A incompatibilidade imediata é algo comum quando uma nova leva de emojis chega ao mundo, mas… realmente precisamos de tantos emojis?

São 239 ícones que representam nomes, adjetivos, verbos, entre outros, e que aos poucos entram na linguagem onde já podemos manter conversas apenas com tais figuras.

Mas… usamos tantos emojis assim?

Baseado nos dados de uso reais, e mesmo que a resposta seja óbvia, temos que lembrar: não.

Um recente estudo da Universidade de Michigan analisou 427 milhões de mensagens de quatro milhões de usuários de 212 países, e revela os 20 emojis mais utilizados pertentem à primeira geração de símbolos.

 

 

Sorriso com lágrimas os olhos, coração e apaixonado são os emojis mais usados. E era dispensável um estudo para saber que praticamente ninguém usa emojis mais recente e inusitados.

Porém, quando olhamos o estudo por países, vemos que praticamente todos os emojis do top 10 dos mais usados se repetem, onde os usuários recorrem ao recurso para expressar emoções mais claras e básicas.

 

 

De acordo com o Unicode, qualquer um pode apresentar uma solicitação para que o emoji dos seus sonhos acabe nos smartphones. Para isso, é preciso seguir regras que eles mesmos especificam no formulário de solicitação, que pode parecer simples, mas por ser um consórcio internacional, é muito exigente.

O Emoji Request é um site onde se votam propostas de futuros emojis, e os mais votados são apresentados ao Unicode. O emoji escolhido passa a fazer parte da próxima versão, que levará um tempo para se tornar compatível com os diferentes sistemas operacionais.

Isso tudo pode gerar um limbo de uso de emojis desnecessários no futuro.