viv

Em um evento realizado pelo TechCrunch, o criador do Siri, Dag Kittlaus, apresentou a primeira demonstração do seu novo projeto, o Viv, que é outro assistente pessoal digital por voz, que pretende ser “a interface inteligente para qualquer coisa”.

Durante a apresentação, Kittlaus mencionou a palavra “paradigma” pelo menos umas dez vezes, falando sobre as novas formas de interagir com um computador e sobre como o Viv será “um alento de vida nos objetos inanimados de nossas vidas através da conversação”. Na demonstração, foi possível ver que o aplicativo ainda estava um pouco verde, por conta de certas falhas que apareceram. Mas isso não impediu que pudesse se ver suas possibilidades.

O Viv foi capaz de responder a perguntas relacionadas com o tempo e certas petições estranhas, como por exemplo a de enviar dinheiro para outra pessoa, entre outras funcionalidades bem interessantes.

Além de oferecer a assistência pessoal, Kittlaus reconheceu que a interação e integração com aplicativos de terceiros será uma das “almas” do Viv. Além disso, ele pretende ser capaz de abarcar uma grande quantidade de contextos de forma predeterminada, o que em teoria teria que permitir responder a uma ampla gama de perguntas.

Por outro lado, o sistema tenta oferecer uma experiência mais “orgânica” através da “geração dinâmica de programas”, criando soluções através de uma inteligência artificial para poder responder melhor as petições e perguntas.

O Viv terá um crescimento seguro por conta dos US$ 12.5 milhões que a Iconiq Capital investiu no projeto no nao passado. Essa empresa tem por trás importantes personalidades do mundo da tecnologia ligados ao Facebook e Twitter.

A seguir, a demonstração do software feita no evento do TechCrunch.

 

Via TechCrunch