videogames

O mundo dos videogames experimentou uma evolução técnica notável, mas não menos importante foi o desenvolvimento no mercado tradicional.

A distribuição e os modelos de negócio que os principais fabricantes adotaram ao longo de décadas é algo a ser observado. Atari, Nintendo e SEGA pavimentaram o caminho que é percorrido hoje por Microsoft e Sony.

No começo, tudo foi mais complicado. A distribuição dos primeiros consoles não era tão vasta como temos hoje, onde grandes varejistas e até lojas especializadas oferecem todos os tipos de produtos.

Também não existia o formato digital, e tudo girava em torno de cartuchos (e depois CDs e DVDs). Mas alguns chegaram até a tentar o que hoje consideramos os “avós” do Steam.

Aos poucos, o mercado foi crescendo, e a especialização foi notada com lojas e grandes redes dedicando espaço exclusivo aos games.

A terceira etapa dessa evolução está no auge do formato digital, com a chegada de plataformas como o Steam, que se transformou no portal de distribuição digital de jogos mais importante do mundo.

Sem falar nos fabricantes de consoles, que passaram a distribuir seus jogos através de arquivos digitais que são baixados pelos gamers e instalados nos consoles.

É difícil determinar o que virá no futuro dos videogames. Mas a jornada até agora foi incrível, e seguiremos contando essa história para vocês.