600-renault-formula-e

Em 2014, o mundo do automobilismo vai receber uma nova categoria, a Formula E. O campeonato tem a bênção da FIA, e tem como objetivo (além de descobrir novos pilotos) estimular o desenvolvimento de novas tecnologias em veículos elétricos, tal como a F1 historicamente fez para adicionar incontáveis avanços nos carros com motores de combustão.

A Qualcomm é uma das sócias técnicas da FIA na categoria, oferecendo os sistemas de comunicação e recarga sem fio, e a Spark-Renault é uma das escuderias que participam do campeonato. E finalmente eles colocam o seu carro elétrico em testes, onde não só podemos ver o veículo em ação, mas também ouvir o rugido do seu motor. Ou pelo menos tentar.

O monoposto francês completou na semana passada a sua primeira seção de tetes, com um total de 40 voltas no circuito de La Ferté Gaucher. O vídeo disponível no final do post contém declarações de alguns dos responsáveis pelo projeto e suas impressões sobre os testes. O motor elétrico é alimentado por uma bateria de 50 kW, que limita de forma considerável o rendimento do carro no que se refere à mecânica de competição, gerando 200 kW/270 CV.

O desenvolvimento do motor segue sendo impressionante (e tem que ser, pois estamos falando de um carro de alta performance), como em todo veículo elétrico. Outro detalhe que merece ser observado é como o fã do esporte vai reagir quando um pelotão de carros como esse vai soar com o som que você vai ouvir a seguir.

 

Via fiaformulae.com