apple-loja-teaser

 

As vendas de iPhones voltaram a cair pelo terceiro trimestre consecutivo, penalizando os resultados financeiros da Apple, e resultando na sua primeira queda anual de receitas e lucros de um ano para outro desde 2001.

Os dois últimos trimestres revelam que a Apple poderá deixar de crescer no seu ano fiscal pela primeira vez em 15 anos, por conta da queda nas vendas do iPhone, produto que a empresa tem forte dependência, por ser o item mais importante para eles.

As vendas de iPhones caíram no terceiro trimestre de 2016 (quarto trimestre fiscal de 2016) em 5,29%, passando de 48 para 45 milhões de unidades.

Pior foi com o iPad, cujas vendas caíram 6,17%, e os computadores Mac retraíram 14,36%.

É a primeira vez que se registra quedas nas vendas do iPhone desde o lançamento do produto em 2007. O cenário fez com que as receitas da Apple caíssem em 9,03% no trimestre, enquanto que os lucros retrocederam 18,9%.