lp-vinilo

O vinil segue muito vivo nas listas de compras da maior e-commerce do mundo, a Amazon. Não sabemos quem pode levar a culpa: os usuários modernos (que só compram músicas em MP3), os saudosistas analógicos (com o argumento que “o som do vinil tem mais alma, é mais cheio” e poesias do gênero), ou dos fãs do icônico Sony PS-F5 (pessoas de bom gosto e elevado refinamento, por sinal), mas o fato é que a loja online revelou o surpreendente dado que as vendas dos discos clássicos aumentaram em 745% desde 2008.

Os motivos por trás desse crescimentos são muitos. A explosão da onda retrô está diretamente relacionada, mas também não podemos descartar que esse aumento também está diretamente ligado ao departamento musical da Amazon, e mais especificamente, ao serviço AutoRip.

O AutoRip permite que os clientes da Amazon a conversão para o formato MP3 de discos físicos adquiridos na loja (em vinil ou CD), algo que é bem mais barato do que tentar fazer a conversão do vinil para Mp3, o que convenhamos, dá um certo trabalho para fazer de forma caseira. Isso, sem falar nas edições especiais que algumas bandas e cantores lançaram, mas que não estão disponíveis em formato digital, por serem consideradas raridades.

Ou seja, é de se entender que o consumidor queira fazer um 2-em-1, convertendo do analógico para o digital, sem fazer muito esforço.

Os artistas mais populares em vendas na Amazon são: Daft Punk, David Bowie, Nick Cave & the Bad Seeds, Black Sabbath, Queens of the Stone Age, Atoms for Peace, Vampire Weekend, Fleetwood Mac, Alt-J e Led Zeppelin.

Obviamente, não dá para utilizar os clientes da Amazon como parâmetro para medir o mercado de vendas de discos em vinil em termos gerais, mas também não podemos duvidar do bom gosto deles (ainda mais com a lista acima apresentada).

Para mais detalhes sobre o relatório divulgado pela Amazon, clique aqui.