Assim, vendo de longe, você vai dizer que eles são iguais, ou que, no mínimo, é digno da expressão “cara de um, focinho de outro”. Mas eles possuem suas diferenças. Já temos uma ideia de como será o Windows Phone 8 nos futuros smartphones que estarão disponíveis ao mercado, e já conhecemos de forma preliminar o Windows Phone 7.8, que será oferecido para os modelos atuais. Mas, além das mudanças nas telas inicias e outras pequenas melhorias, quais são as reais diferenças das duas versões?

A primeira coisa que temos que ter em mente é que a base das diferenças entre o Windows Phone 8 e o Windows Phone 7.8 é que o primeiro tem os serviços e aplicativos de forma nativa, com alto nível de imersão dos recursos no sistema, enquanto que o segundo oferece alguns recursos em separado, como se fossem aplicativos de terceiros. Um exemplo disso é o Skype, que é um aplicativo oficial no Windows Phone 7.x, mas no Windows Phone 8 será um serviço integrado, que vai se comportar como um recurso de chamadas, tendo acesso direto aos recursos de sistema, sem precisar executar um aplicativo em específico.

Mas não apenas um serviço VoIP, mas o reconhecimento por voz (melhorado) do Bing só estará disponível no Windows Phone 8, assim como o Internet Explorer 10. O Windows Phone 7.8 vai ficar com os benefícios que hoje o Bing oferece na versão 9 do Internet Explorer. A atualização via OTA (Over The Air) também só será suportada no WinPho8, enquanto que os usuários do WinPho7.8 estarão limitados a receber uma notificação de uma nova atualização apenas quando uma nova versão do sistema para o seu smartphone estiver disponível.

Outra diferença está no modo de sincronização de arquivos. O Windows Phone 8 vai aproveitar melhor dos serviços na nuvem da Microsoft, podendo sincronizar todo o tipo de arquivos disponíveis, com o recurso sendo totalmente integrado ao sistema, enquanto que o Windows Phone 7.8 vai continuar com o sistema atual, ou seja, vai sincronizar através de aplicativos como Skydrive ou o Office.

É esperado que a Microsoft revele maiores detalhes sobre as duas versões, e isso deve acontecer nos próximos meses. Por enquanto, só podemos seguir tendo em mente que a integração dos serviços de foma nativa será uma vantagem considerável para o Windows Phone 8, pois oferece melhorias unificadas no seu desenvolvimento. Confesso que eu gostaria de ver algumas das melhorias presentes na versão mais completa atuando no Windows Phone 7.8, mas temo pela possibilidade da Microsoft se cansar da missão de desenvolver duas versões diferentes do seu sistema.

Abaixo, temos uma tabela que ilustra melhor as principais diferenças.