Você pode ter sido vítima do maior vazamento de e-mails da história. O especialista em segurança Troy Hunt descobriu a existência de uma base de dados composta por mais de 711 milhões de contas de e-mail, algumas delas com senha.

A liberação dos dados teria acontecido por uma falha de um spambot intrusivo, que exibiu todos os dados coletados, incluindo dados sensíveis. Porém, ainda não se sabe com profundidade sobre como esses detalhes caíram na rede.

Felizmente, Hunt liberou um site seguro onde é possível verificar se a a sua conta foi exposta, e se será necessária a troca de senha.

O especialista garante que uma boa porcentagem dos 711 milhões de e-mails correspondem a contas falsas, não pessoais ou inativas a algum tempo, de modo que o dano não seria tão grande quanto o número aparenta. Mas é sempre bom verificar e tomar providências, se necessário.