nokia-lumia-microsoft

O Windows 10 Mobile foi liberado ontem (17) para diversos smartphones Lumia e outros dispositivos. Foram meses de espera, mas pelo menos 18 dispositivos foram atualizados, se colocando no mesmo nível dos modelos que já contam com o novo sistema de fábrica.

Muitos Lumias ficaram de fora da lista, e não apenas smartphones com 512 MB de RAM, mas sim modelos com mais memória. Ali as luzes vermelhas já estavam acesas, e a tão temida fragmentação parecia ter chegado ao Windows Phone…. e assim será. Os donos dos modelos que ficaram de fora da lista de ontem não poderão atualizar os seus dispositivos com Windows 10 Mobile, onde a única alternativa que resta é ser membro do programa Insider.

Muitos se perguntavam se a lista de ontem era definitiva, e hoje sabemos que sim. Modelos como o Lumia 925 sem atualização. Na boa, que mancada, Microsoft!

 

Garantir a experiência do usuário é a desculpa para muita gente não ter o Windows 10 Mobile

nokia-lumia-925

A Microsoft prometeu que nenhum smartphone com Windows 8.1 ficaria sem atualização, e que todos receberiam o Windows 10 Mobile. Para preparar essa mudança, a empresa permitiu que os usuários de diversos modelos testassem a última versão do seu sistema operacional, de modo que eles tiveram uma grande quantidade de beta-testers.

Pelo visto, a Microsoft se deparou com uma série de smartphones que, apesar de funcionar com o Windows 10 Mobile, a experiência não era plena. Por isso eles descartaram smartphones que, no papel, poderiam ser atualizados, mas que no final das contas ficarão para sempre no Windows 8.1.

Palavras da Microsoft em seu blog:

“Como o Windows 10 oferece novas inovações, muitos dos velhos dispositivos não podem ser atualizados de forma satisfatória sem ter um impacto na experiência do cliente. Nosso objetivo é oferecer a atualização para o Windows 10 apenas para dispositivos que podem garantir uma boa experiência para o cliente.”

Gabriel Aul, encarregado do programa Insider, explica isso de outra maneira. Quando um usuário questionou os motivos para deixar o Lumia 1020 de fora do Windows 10 Mobile, a resposta foi que a experiência relatada pelos usuários não foi boa.

Também há resposta para os que testaram o novo sistema via Insider e não podem atualizar o seu smartphone porque o seu modelo não está na lista de atualizáveis. Estes usuários poderão manter tal build, mas ficarão sem suporte nem atualizações. Outra opção é voltar para o Windows Phone 8.1, utilizando o Windows Device Recovery Tool.

 

É preocupante a fragmentação no Windows?

fragmentacao-windows-phone

Nesse ponto, cabe perguntar até que ponto é preocupante a fragmentação no Windows. Com os dados da AdDuplex do mês de fevereiro de 2016, vemos que 80% dos smartphones contavam com Windows Phone 8.1, enquanto que a presença do Windows 10 Mobile era de pouco mais de 5%. Também é preciso ver que são poucos os smartphones que ficaram nas versões, antigas (13%, somando Windows Phone 8.0 e 7.x).

Olhando para as estatísticas globais, vemos como o mais usado modelo segue sendo o velho Nokia Lumia 520, um dos não-atualizáveis. Outros modelos mais populares (Lumia 630, 625, 635, 530 e 920) representam 32,7% do mercado do Windows Phone. E também não serão atualizados.

Logo, pelo menos 35% dos smartphones com Windows serão atualizados para o Windows 10 Mobile. Os demais, ficarão para trás. Em modo mais frio, 49,8% desses modelos não atualizáveis poderiam tecnicamente receber o novo software. Alguns sites estimam que seriam quase 40% dos modelos que ficarão sem o Windows 10.

Vale lembrar que o iOS tem 79% de seus dispositivos na sua última versão (iOS 9), enquanto que no Android apenas 2.3% dos smartphones contam com o Android Marshmallow, enquanto que 36.1% ficam com a penúltima atualização (agrupando as versões 5.0.x e 5.1).

Com todos esses dados não mão, entendemos que muitos smartphones com Windows Phone ficarão desatualizados, mas seguirão funcionando normalmente. Porém, infelizmente, não poderão aproveitar das vantagens do Windows 10 Mobile. Da mesma forma, é de se imaginar que, agora sabendo quais são os telefones compatíveis com o novo software, as vendas dos não compatíveis vão estacionar, fazendo com que a cota de mercado dos modelos com Windows 10 Mobile cresça com o passar dos meses.

Mas isso, na teoria. Muita gente vai desistir da Microsoft depois dessa.