smartphones

Comprar um smartphone top de linha todos os anos não é algo ao alcance de todos. Ainda mais quando temos modelos que ultrapassam a casa dos R$ 4 mil com facilidade.

iPhone X e Samsung Galaxy Note 8 contam com preços absurdos, e as demais marcas vão seguir o mesmo caminho. E, mesmo com marcas mais modestas com preços competitivos, a nossa tendência comunista é querer sempre ter o melhor.

Porém, também vemos que a mentalidade do usuário mudou também em função dos preços escalonados. Um novo estudo mostra que os consumidores valorizam cada vez mais as atualizações no lugar de comprar um novo smartphone.

O estudo feito pela Jackdaw Research mostra que está ficando cada vez mais comum ver usuários com smartphones com quatro a cinco anos de vida. Esse grupo está cada vez mais preocupado com o tempo que vai ficar com o dispositivo, além das atualizações que vai receber das marcas, tendo esse fator como algo relevante na hora de adquirir um ovo produto.

Obviamente, os fabricantes não gostam desse paradigma, pois isso limita os lucros, já que reduz o número de produtos a serem comercializados. Infelizmente, as marcas querem se valer da obsolescência programada para vender novos smartphones, quando poderiam pensar que o suporte a longo prazo é o que impulsiona a venda de produtos.

Veja a Apple como exemplo claro do que estou falando.

 

 

Apenas equipamentos com grandes novidades vindas de outras marcas podem convencer o consumidor a gastar novamente em um novo dispositivo a médio prazo. Novas funcionalidades, novo design e recursos inovaodres podem ser um chamariz. Grandes inovações entre gerações podem resultar em usuários realizando investimentos.

Marcas como Apple e Samsung já se deram conta que seus usuários tendem a usar seus produtos por mais tempo. A prova disso é que as duas contam com programas de troca de modelo antigo por um novo, com preços muito atraentes.

Mas… até que ponto podemos justificar a troca de smartphones ano após ano. Quanto tempo de uso normalmente você dá para um dispositivo para querer trocá-lo todos os anos?

 

Via Jackdaw Research