iPhone

 

A empresa de serviços financeiros Cowen Group informa que os usuários do iPhone estão dispostos a pagar a mais por novas características ou melhorias nos futuros dispositivos, como telas maiores e câmera dupla.

É surpreendente saber disso. Este é um smartphone top de linha com preços elevadíssimos, e parece que o segredo de vendas mais lucrativas é mesmo a inclusão de inovações no dispositivo.

A Cowen Group estima que a variante Plus acumulou 40% das 58.5 milhões de unidades vendidas no primeiro trimestre fiscal da Apple. No mesmo trimestre de 2016, o iPhone 6s vendeu apenas 23% das vendas totais. A maior porcentagem das vendas do modelo maior deveria permitir para a Apple aumentar o preço médio por cada smartphone vendido durante o primeiro trimestre fiscal.

Wall Street prevê um aumento nas vendas de 4% comparado com o último trimestre de 2016. Seria a primeira vez que um novo iPhone não aumenta as vendas em uma porcentagem de dois dígitos, já que o iPhone 6 aumentou as vendas em 46% no último trimestre de 2014, e o iPhone 5 impulsionou as vendas em 29% em 2012.

Pese a tudo isso, ao que tudo indica, a Apple vai manter a sua cômoda posição no mercado de smartphones top de linha, onde domina o segmento há anos, obtendo os melhores lucros do mercado.

 

Via PhoneArena