usb-killer

O USB Killer é um pendrive assassino, que pode destruir o seu computador em questão de segundos quando conectado ao mesmo via porta USB. O produto está na sua versão 2.0 e chega ao mercado por um preço ínfimo de 50 euros.

Há quase um ano, o grupo russo Dark People publicou um vídeo que mostrou como um pendrive poderia literalmente fritar os componentes internos de um notebook com a simples conexão. A ideia do dispositivo era testar ao limite a proteção de sobretensão dos dispositivos que eram conectados.

O problema acontece quando o dispositivo que recebe a conexão desse pendrive não passa nos testes. O resultado é o já descrito, e totalmente irreversível. Assim mosyra o vídeo no final do post, deixando claro que devemos ter cuidado com os pendrives que conectamos em nosso equipamento.

O USB Killer tem funcionamento bem simples: basta conectar o pendrive assassino no computador, e em poucos segundos os condensadores escondidos no seu interior são carregados. Depois disso, uma descarga elétrica de 200 volts é liberado pelo canal de dados da porta USB, fundindo instantaneamente a placa-mãe do equipamento, deixando o computador inutilizável rapidamente.

Os equipamentos que não contam com as proteções oportunas serão fundidos imediatamente, e na melhor das hipóteses o controlador USB pode ficar queimado, salvando o restante dos componentes e permitindo o uso do computador sem maiores problemas. Mas não vale a pena você colocar essa teoria à prova, convenhamos.

Depois de um ano de desenvolvimento, o USB Killer chega ao mercado por 50 euros. A demanda foi tão alta que o estoque inicial acabou em uma semana.

 


Via DailyTechUSB Killer