mark-zuckerberg-facebook

Uma nova legislação proposta pela Comissão Europeia pode fazer com que gigantes da tecnologia como Google, Amazon ou Facebook revelem exatamente quantos impostos pagam em todo o continente.

A medida se produz coincidindo com o vazamento dos tais Papéis do Panamá, e a nova lei quer que essas empresas revelem quanto dinheiro gerenciaram em paraísos fiscais. Há muito tempo se pede que essas empresas paguem em consonância com as suas receitas e lucros, e essa pressão só aumentou depois dos vazamentos.

O presidente da comissão, Jean-Claude Juncker, está propenso a aprovar esta iniciativa, mas adverte do perigo que esse tipo de lei pode ter para a presença dessas multinacionais na Europa. Muitas empresas com sedes em diferentes locais do continente geram empregos, e leis mais rígidas na coleta de impostos podem fazer com que essas empresas deixem os países onde estão nesse momento.

Com a nova lei, qualquer empresa com receitas superiores a 750 milhões de euros estariam obrigadas a seguir as regras mais rígidas na hora de revelar dados públicos. De acordo com as estimativas, 6.500 empresas seriam afetadas pela medida, sendo 4 mil subsidiárias de empresas globais, com sedes centrais fora dos países membros da União Europeia.

Via The GuardianEuropa.eu