touchwiz-ui-new

Segundo o site Re/code, Google e Samsung resolveram suas diferenças em relação ao Android, para impulsionar uma nova iniciativa comum: uma interface Android mais limpa para os smartphones da Samsung. Ou menos carregadas de softwares dispensáveis, e notavelmente mais próxima do Android “puro”.

De acordo com as fontes do site, as conversas entre as duas empresas começaram na CES 2014, um pouco depois da Samsung apresentar os seus novos tablets Galaxy Tab Pro e Note Pro, que contam com a nova interface Magazine UX. Alguma coisa mudou depois do lançamento desses dispositivos, uma vez que (aparentemente) os futuros produtos da Samsung devem incorporar uma versão da Magazine UX menos parecida com o Windows 8, e mais próxima do Android.

A nova interface não está completamente descartada em seu uso. Só está dando mais trabalho para os desenvolvedores da Samsung, que agora terão que manter pelo menos três interfaces diferentes atualizadas e funcionando corretamente.

A notícia chega depois da decisão da justiça da Coreia do Sul em permitir aos usuários que desinstalem todo o software pré-instalado pelos fabricantes, incluindo apps como ChatON, WatchON, mSpot, entre outros. A Samsung já tentou de tudo para promover esses aplicativos em seus smartphones, mas em virtude do novo acordo com a Google, os coreanos estariam dispostos a dar destaque maior para o NewsStand, Hangouts e outros apps essenciais do ecossistema Android.

A notícia pode ter implicações importantes. Mesmo a Samsung sendo um dos principais defensores do Android, a Google já torcia o nariz a algum tempo com o seu peso no mercado de telefonia móvel, temendo que eles pudessem tomar um caminho alternativo com o Tizen, gerando uma certa desestabilização no domínio atual do Android.

Não parece que isso será o caso, mas estou curioso desde já para conhecer um Android da Samsung menos recheado de porcarias, e por tabela, mais fluído e funcional.

Via Re/code