650_1000_platanano-wearable

Amanhã (22) acontece a maratona de Tóquio (Japão), e um dos seus patrocinadores teve a ideia de converter as bananas oferecidas aos participantes ao longo do trajeto em dispositivos wearables, que podem monitorar o desempenho do atleta. E serem comidos durante a prova.

A Dole Food Company modificou centenas de bananas para introduzir um pequeno painel LED na casca e vários sensores, que transformam a fruta em um wearable quantificador, que mede as pulsações, o tempo feito pelo atleta e exibir mensagens de incentivo enviadas pelas redes sociais.

O vídeo acima mostra a cadeia de produção dessas bananas quantificadoras. E vale lembrar que a banana é uma fonte rica de potássio, e seu formato permite que sejam instalados os painéis que o transformam em um dispositivo conectado. Mesmo que seja por alguns minutos.