155507168

Um supermercado sem funcionários? Sim, isso existe na Suécia. É bem pequeno, mas está funcionando.

Robert Ilijason, especialista em tecnologia informática, inaugurou em janeiro um supermercado sem caixas registradoras ou funcionários, obrigando os usuários a utilizarem o seu smartphone ou tablet para realizar suas compras. O objetivo aqui era ter uma loja 24 horas aberta, sem depender de funcionários para a sua manutenção.

Os usuários do local precisam fazer um registro prévio no seu serviço, além de ter que fazer um download para usar no seu dispositivo móvel. Com ele, o comprador desbloqueia a porta de entrada do estabelecimento, e pode escanear os produtos que deseja comprar e levar para casa. No final do mês, o aplicativo gera uma fatura para o usuário com o valor total da sua conta.

Ter um serviço que não fecha nunca e que seja autônomo busca algo mais que comodidade. Um loja desse tipo ajuda aos pequenos comércios locais da Suécia a prosperarem, depois de ver como as grandes lojas avançam por ter muito mais recursos e funcionários.

smartphone-nas-compras

O estabelecimento da cidade de Viken conta com seis câmeras de segurança para vigiar os clientes, ainda que para o fato de entrar exija um registro (com os dados do usuário) desestimule qualquer tentativa de roubo. Da mesma forma se a porta da loja permanecer aberta por mais de 8 segundos, um alerta é emitido para que o dono verifique o que está acontecendo.

A próxima meta, além de expandir para outros locais com o sistema, é romper a barreira digital que existe entre as pessoas mais velhas e a tecnologia. Até agora, o único problema encontrado na hora de colocar em curso a sua ideia foi justamente obter clientes da terceira idade, que não entendiam bem como funcionava o aplicativo, e qual era o procedimento de compra. Logo, considera-se temporariamente ter uma pessoa por algumas horas por dia explicando as pessoas sobre como o sistema funciona.

Uma grande ideia para o comércio, mas uma solução dramática para os postos de trabalho. Mais desempregos a caminho?

Via Digital TrendsAP