A vida de Wafaa Bilal, um professor de tecnologia da Universidade de Nova York, não seria importante para o mundo da tecnologia se não fosse pelo próximo projeto de arte que ele tem em mente. Wafaa decidiu instar uma câmera digital completa em seu crânio, com o objetivo de captar centenas de imagens que ele pretende apresentar em uma exposição que ele vai inaugurar no Museu de Arte Moderna Mathaf Arab, em 30 de dezembro. Ainda que a ideia pareça algo futurista (e absurdamente maluca), na prática ele conta com uma placa de titânio integrada no crânio, que serve de base para conectar uma câmera digital de dimensões consideráveis para os dias de hoje. Abaixo, vídeo com as primeiras declarações do professor depois da intervenção dos médicos. E eu nem sei o que comentar direito sobre isso.

Fonte