Desde 2009 que eu não uso um desktop como computador principal. Passei de um netbook para um notebook, e de um notebook para um ultrabook, e venho sendo feliz ao longo desses últimos anos, com a liberdade de levar o meu computador para qualquer lugar. Mas esse desktop do pessoal da MaximumPC… é capaz de balançar corações. Até o dos mais resistentes, como o meu.

A MaximumPC decidiu lançar um desktop que custa a “bagatela” de US$ 16 mil. Mas não é um computador comum. É uma máquina preparada sob medida para quem quer desempenho máximo, mas combinando um design único. Para começar, esse PC de outro planeta conta com um processador Intel Xeon de 3.1 GHz, que custa aproximadamente US$ 2 mil, além de generosos 64 GB de RAM, e a mais rápida placa gráfica que a NVIDIA já lançou. Na verdade, adicione duas dessa mais poderosa placa gráfica.

O abuso não para por aí. O desktop ainda conta com seis (eu disse SEIS) unidades de armazenamento: duas unidades SSD de 512 GB e quadro HDs no padrão RAID (a capacidade de armazenamento não foi revelada, mas pense em algo grande, com pelo menos 2 TB). Além disso, pode tratar de colocar um sistema de resfriamento líquido, do tipo Silverstone TJ11, e dois monitores Dell IPS, com resolução de 2560 x 1600.

Resumindo: é um desktop assassino. Não tem como esse computador não satisfazer os sonhos mais loucos dos gamers mais tarados.

Porém, vale aqui registrar que o processador Xeon que citamos lá em cima é otimizado para servidores, e muitos PCs domésticos podem se dar melhor com um processador Core i7 com seis núcleos. Mas certamente esse é um detalhe que você nem está ligando a essa altura do texto, certo?

E, antes que você pergunte: nos seus testes de benchmarks, o equipamento é, pelo menos, 176% mais rápido que um computador com processador Intel Ivy Bridge i7 com uma placa gráfica GeForce GTX 68 (testado no 3DMark 11).
 
Para mais informações sobre esse monstro, visite a página do produto na MaximumPC.