IBM

 

Pesquisadores da IBM desenvolveram um dispositivo capaz de compilar informações de várias fonte e compartilhar esses dados com o médico, acelerando os diagnósticos e reduzindo o tempo de internação do paciente.

O “hipervisor cognitivo” (nome provisório) obtém dados de smartwatches, smartbands ou outros dispositivos médicos compatíveis, compilando os dados que são processados em uma nuvem privada da IBM para oferecer resultados úteis para as decisões do médico.

No futuro, os hospitais devem entregar um hub ao paciente, que leva para casa para continuar a sua recuperação, com a monitorização constante. Se algum problema for detectado, o médico vai receber um alerta em tempo real, para atuar o mais depressa possível.

 

 

O hub da IBM interage com o usuário a partir de comandos de voz, o que deve ajudar os pacientes a torná-lo mais amigável.

Vale esclarecer que a IBM não planeja entrar no mercado de werarables, pelo menos na parte de hardware. Esta é uma demonstração técnica do que pode ser feito, com um gadget do tamanho de uma laranja e placas Raspberry Pi e Arduino.

Os pesquisadores da IBM Research acreditam que em cinco anos será possível fabricar um dispositivo desse tipo pequeno o suficiente para poder ser levado no ouvido.

 

Via PCWorld